Diário de um Crohnista

Guia de Alimentação em DII

  • Alimentação
  • Informações

Se você tem Doença Inflamatória Intestinal já deve saber que sua alimentação merece mais atenção, se você deseja ficar em remissão, como eu já falei em Os segredos da remissão em DII’s e O problema e benefícios das restrições nas DII. A intolerância há alguns alimentos é uma questão bem pessoal; o que faz mal para uma pessoa, pode não fazer para outra, mas existe um consenso de alimentos que devem e não devem ser consumidos nas fases de remissão e crise.

Se você ainda não tem uma alimentação adequada, não sabe o que pode ou não comer, veja a tabela a seguir.

Grupos Alimentares Consumir em época de crise Evitar em época de crise Consumir e fase de remissão Evitar em fase de remissão
Vegetais Cenoura, chuchu, abóbora, batatas, aipim, inhame. Todos sem casca e cozidos. Todos os outros, principalmente os verdes crus ou cozidos. Todos. O que o paciente não tolerar.
Leguminosas Caldos. Grãos. Todos. Colocar carnes, bacon e linguiça como temperos.
Frutas Banana, maçã e pêra sem casca, goiaba e pêssego sem casca e sem caroços. Todas as outras, inclusive as secas. Todas. Evitar excesso de açaí e coco.
Cereais Brancos ou refinados. Integrais. Todos. Nenhum, em princípio.
Leite e derivados Leites de soja light, iorgute de soja light, leites com baixo teor de lactose desnatados ou semi-desnatados e queijos brancos magros. Leite de vaca, comum integral, iorgute comum, queijos amarelos. Todos os desnatados ou lights. Evitar excessos dos gordurosos. Pode-se restringir lactose se tiver intolerância.
Gorduras Margarinas light, creme vegetal, azeite e óleo vegetal em pouca quantidade – preferir assar, grelhar ou cozinhar os alimentos. Excessos. Todos. Excessos de gorduras e frituras.
Carnes e Ovos Carnes magras, frango sem pele, peixe (file), ovo (gema – 3 vezes na semana), blanquet de peru light. Carnes gordas, linguiças, defumados, vísceras, embutidos, frutos do mar. Todos. Ingerir os muito gordurosos com moderação.
Açúcar e Doces Adoçantes e gelatina diet. Açúcars, mel, melado. Todos. Excessos.
Temperos Alho, cebola, sal e ervas naturais em pouca quantidade, molho de tomate feito em casa (sem pele e sem semente) ou polpa de tomate Pimenta, tempero prontos, mostarda, catchup, shoyu, molho de tomates pronto. Alho, cebola, sal e ervas naturais em maior quantidade. Pimenta, tempero prontos, mostarda, catchup, shoyu.

Comentários

comentários

Sobre mim

Meu nome é Sérgio Junior, eu tenho 25 anos e sou portador da Doença de Crohn desde 2014, uma Doença Inflamatória Intestinal (DII), autoimune, sem cura e com causa desconhecida. Mesmo com a doença, pude conquistar muitas coisas e hoje ter uma vida normal. Criei esse blog pra ser mais uma fonte de informação, ajudar os outros portadores, divulgar as DII’s para sociedade e mostrar que é possível viver bem com uma DII.