Diário de um Crohnista

Minha Retrospectiva 2017

  • Autoestima
  • Depoimentos

2017 está acabando e eu gostaria de seguir a tradição desse blog e escrever uma retrospetiva do meu ano. Por isso, esse post deve ser um pouco mais pessoal mas espero que você goste e te acrescente algo.

No final de 2016 eu já estava me sentindo incomodado e com muita vontade de arriscar e criar oportunidades para novas coisas acontecerem. O que me ajudou muito foi cuidar da minha espiritualidade. Particularmente, eu comecei a estudar e seguir os ensinamentos Budista, através de livros, vídeos e retiros. Resumindo essa tradição de 2.500 anos, caso você não conheça, o budismo busca cultivar a bondade, despertar a consciência e livrar o sofrimento de todos os seres. Isso me fez muito bem e refletiu em vários pontos da minha vida, que irei comentar a seguir.

Trabalho

No começo do ano eu estava cheio de planos, um deles era sair do meu trabalho pra arrumar algo melhor e crescer. E em abril pedi demissão. Sem me preocupar com crise, contas ou concorrência, porque eu sabia que iria conseguir e 2 meses depois, que fiquei estudando, na minha segunda entrevista, consegui um trabalho numa Startup e hoje faço o que gosto, sem pressão, sou valorizado e só me vejo saindo de lá pra ir trabalhar fora do Brasil, que é um dos meus objetivos pro ano que vem.

DII

Até minha percepção sobre a Doença de Crohn mudou. Eu continuo tomando meus remédios, indo nas consultas mas não me preocupo mais. É algo simples, apesar de não ser fácil. Tudo depende do seu ponto de vista e importância que você dá para as coisas. Se você pensar que tudo será difícil porque tem DII; tudo será difícil. Se pensar que Crohn não te impede de nada, ele não vai te impedir de nada. Assim tem sido pra mim. Se você não consegue entender, tudo bem, eu levei 4 anos pra descobrir isso porque ninguém me falou, espero seja mais fácil pra você. Algo que eu aprendi e pode te ajudar é que você não precisa alcançar a remissão pra se sentir bem; você deve primeiro se sentir bem para então chegar a remissão, será algo natural, não dá noite pro dia.

Em 2017 eu também fui convidado a participar do 2° Encontro de Blogueiros e Pacientes com Espondilo Artrites, Uveíte e DII na Câmara de São Paulo, e foi incrível, abriu meu mundo para outras doenças que eu nem conhecia, além de encontrar as pessoas que me inspiraram a criar esse blog, sinceramente eu nunca achei que chegaria nesses lugares quando comecei o blog.

Eu também criei o DIICast, um podcast exclusivo sobre DII, saúde, bem estar e tudo o que penso para escrever no blog mas através de áudio. Eu espero voltar a gravar mais em breve, mas já temos 4 episódios, que você pode ouvir por aqui.

DIICast – #01 O que são as Doenças inflamatórias intestinais?

DIICast #02 – Alimentação nas Doenças Inflamatórias Intestinais

DIICast #03 – Como conseguir os medicamentos gratuitamente pelo SUS

DIICast #04 – Manifestações Extra-Intestinais das Doenças Inflamatória Intestinais

Família

E por último e não menos importante teve minha relação com meu pai. Ele sempre teve problemas com drogas, eu cresci e me acostumei com isso, minha forma de resolver era não ficar em casa e me afastar, até que num momento eu não consegui parar de me perguntar porque deixei meu pai chegar nessa situação. E encontrei a resposta. Muitas vezes não ajudamos os outros por achar que não temos dinheiro, condições ou recursos o suficiente. Mas só de você mostrar que está ao lado dela, conversar e buscar uma solução, já faz toda diferença na vida de outra pessoa, e poucos fazem isso. Foi o que eu fiz, meu pai resolveu buscar ajuda, um mês depois encontramos uma clínica de reabilitação e hoje ele está ótimo, como eu nunca vi em 26 anos. Virou coordenador e cozinheiro da casa e ninguém quer que ele vá embora, todos gostam dele, e da sua comida.

Conclusão

Por causa de tudo isso, posso dizer que 2017 foi um dos meus melhores anos. Espero que o de vocês também tenham sido e gostaria de agradecer de coração a cada pessoa que dedicou um pouco do seu tempo para ler, curtir, compartilhar ou comentar o conteúdo desse blog blog, sem vocês nada disso teria sentido.

E se você está planejando ter um 2018 incrível, realizar sua lista de planos, espero que você consiga mas preciso te dizer que não é o ano que tem mudar p/ as coisas acontecerem, são suas atitudes e compromisso com seus sonhos e você mesmo. Comece isso amanhã, dia 1 de janeiro, ou qualquer dia.

Saúde pra todos nós, que o resto a gente alcança.

Comentários

comentários

Sobre mim

Meu nome é Sérgio Junior, eu tenho 25 anos e sou portador da Doença de Crohn desde 2014, uma Doença Inflamatória Intestinal (DII), autoimune, sem cura e com causa desconhecida. Mesmo com a doença, pude conquistar muitas coisas e hoje ter uma vida normal. Criei esse blog pra ser mais uma fonte de informação, ajudar os outros portadores, divulgar as DII’s para sociedade e mostrar que é possível viver bem com uma DII.